A vida é de uso pessoal e intransferível


Muitos são os motivos que me trouxeram até aqui.

Eu sempre admirei a Holanda por diversos motivos e sob várias perspectivas.

Ademais, cada vez que piso nesta terra me sinto viva, em paz e em harmonia.

Tem água, barco, bicicleta e movimento para todos os lados.

Talvez seja por isso. Talvez.

Há certos inconvenientes também, é claro.

Mas acredito que encontrar o seu lugar no mundo tem a ver com descobrir um canto de defeitos com os quais você esteja disposto a conviver.

É bem provável que eu vá mesmo, com o tempo, sentir muita falta dos amigos, do sol e do calor.

Mas estou satisfeita por não precisar mais, ao menos neste momento, lidar com trânsito caótico, injustiça, falta de educação e corrupção.

A verdade, no entanto, é que isso tudo é parte dos meus critérios, do meu jeito e da minha visão: não necessariamente dos teus.

A vida é, afinal de contas, de uso pessoal e intransferível: cada um tem a sua e, junto à ela, cada qual recebeu ainda o direito de fazer suas próprias escolhas.

No entanto, se você é feliz, o mérito é todo seu. Se não é, não coloque a culpa em mais ninguém.


Recent Posts

See All

E agora?

Há tempos venho pensando em escrever um texto em português. Chegou a hora: Agora que o blog está censurado, esse espaço volta a ser principalmente meu e o filtro, portanto, menos rigoroso. Sempre escr

35

Elke 12 juni is voor mij mijmerend. Misschien is dát wat verjaardagen bij mensen doen?! In de afgelopen 35 jaar heb ik het weinig gedaan van wat van mij verwacht werd: ik ben wel naar school geweest,